Os impactos do turismo

O rápido crescimento do Turismo, a partir dos anos 50, resultou na degradação ambiental de inúmeros recursos turísticos em todo o mundo. Os indicadores apontam um crescimento contínuo da atividade, de cerca de 4% a 5% ao ano, e, consequentemente, os impactos sobre o meio ambiente também se intensificam. Esse risco, reconhecido pela maioria dos governos dos países receptores de turistas, estimulam iniciativas que proporcionem tanto uma evolução dos aspectos favoráveis do Turismo como a proteção ambiental.

Como o meio ambiente constitui um elemento fundamental do Turismo, sua “manutenção sadia” é essencial para a evolução da atividade. A avaliação dos impactos de toda ordem sobre o meio ambiente é extremamente difícil. O fato de o homem estar vivendo e modificando a Terra há milhares de anos torna difícil estabelecer uma base para medir as modificações. Em muitas destinações turísticas, o uso público ocorre há tanto tempo que é quase impossível compreender o meio ambiente sem os efeitos provocados pelo Turismo;

Muitos efeitos do Turismo sobre o meio ambiente resultam em processos ambientais normais, que ocorrem independentemente da ação do homem. Assim, as intempéries e a erosão são processos da natureza, porém, tornam-se mais intensos quando ocorrem em locais alterados pelo homem. Fica difícil determinar quando as alterações são provocadas pelo desenvolvimento turístico ou quando este constitui apenas um entre vários agentes modificadores.

Atualmente, a reflexão e a discussão sobre os impactos do Turismo sobre as localidades receptoras já ocorrem em amplos segmentos envolvidos com viagens turísticas e várias propostas têm surgido e sido levadas a efeito com relativo sucesso, no sentido de minimizar os impactos negativos, otimizar os positivos e enriquecer a experiência vivencial das pessoas que viajam em férias.

Neste sentido, a Organização Mundial do Turismo (OMT) junto com a empresa Ipsos realizou uma pesquisa onde observou que mais da metade da população global considera que o Turismo tem um impacto positivo na geração de riqueza e promoção de intercâmbios culturais, é o que revela uma pesquisa da Organização Mundial do Turismo (OMT) com a empresa Ipsos.

No levantamento on-line, que foi realizado em 15 países e teve como alvo 12 mil pessoas, 47% dos entrevistados acreditam que “vivem em cidades com um grande número de turistas” e 49% afirmam que deve haver medidas para melhorar a gestão do setor. Apenas 12% são favoráveis ao número de visitantes.

Para mais detalhes leia este post do PANROTAS:

https://www.panrotas.com.br/mercado/pesquisas-e-estatisticas/2019/01/populacao-global-acredita-em-impacto-positivo-do-turismo_161896.html?utm_campaign=panrotas_news_-_edicao_002889&utm_medium=email&utm_source=RD+Station